quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Teoria do Big Bang, Sistema Solar e Origem da Terra


BIG BANG

Quando o cientista Edwin Hubble constatou que as galáxias estavam se distanciando umas das outras, e que o Universo estava se expandindo; começou a teoria do Big Bang.
Hubble imaginou que, se as galáxias estavam se expandindo agora, um dia já foram muito próximas, ou até mesmo uma coisa só. Acredita-se que todo o universo um dia se resumiu em uma singularidade infinitamente pequena e incrivelmente densa e quente. Um dia, ela se expandiu tão rapidamente que aconteceu uma explosão. Partículas elementares se espalharam pelo novo Universo. Os Quarks e Léptons que lá estavam se uniram para formar Prótons e Nêutrons.
O primeiro átomo a se formar foi o Hidrogênio, composto de 1 próton, 1 nêutron e um 1 elétron. O núcleo era formado por prótons e nêutrons (formados por quarks) e a eletrosfera era formada por elétrons (léptons). Com o tempo formou-se uma imensa nuvem de Hidrogênio. Então, tudo começou a se resfriar lentamente. O Hidrogênio mais denso se acomodou em um disco giratório no centro da protogaláxia. As regiões mais densas se agruparam e formaram estrelas. Alguns aglomerados de gás sofreram um colapso descontrolado e formaram estrelas densas e luminosas (Black Holes Densos).
Dentro das estrelas, o Hidrogênio começou a se fundir e gerar outros átomos da tabela periódica, como o Hélio. A atração gravitacional empurrou as protogaláxias uma em direção a outra ao longo de centenas de milhões de anos. Sucessivas fusões levaram à criação das galáxias.

SISTEMA SOLAR

A teoria mais aceita para a origem do sistema hoje é a Teoria Nebular ou Teoria de Laplace. Acredita-se que o Sistema Solar tenho se originado da explosão de uma Super Nova. Esta teria liberado, na sua explosão, muita matéria cósmica e formado uma imensa nuvem. Essa nuvem começou a se condensar e girar em volta de um ponto central. Com a atração que as partículas exerciam uma nas outras, começaram a se agrupar e formar corpos cada vez maiores. Esse processo é chamado de acreção. Então, a matéria densa que estava no centro da nuvem deu origem ao Sol. A matéria ao redor entrou em órbita devido à força gravitacional do Sol.


TEORIAS DA ORIGEM DA TERRA

TEORIA DE BUFFON OU TEORIA DA PROJEÇÃO- Essa teoria defende que os planetas do Sistema Solar teriam sido postos em movimento pela mesma causa. Para isso, essa teoria afirma que um cometa chocara-se com o Sol e raspara-lhe a superfície. O pedaço que fora arrancado partira-se em muitos fragmentos. Desses fragmentos surgiram os planetas. Eles teriam mantido a órbita do choque primitivo. Os planetas foram se resfriando lentamente.
Essa teoria não pôde ter acontecido, pois foi descoberto que os cometas são formados de matéria gasosa. Sendo assim, seu choque com o Sol não poderia ter deslocado matéria. O cálculo de Buffon para a idade da Terra também estava errado. A Terra precisou de milhões de anos para de resfriar, e não apenas 74 mil, pois Buffon só levou em conta o núcleo da Terra, que quase não interfere na temperatura.

TEORIA DA CONDENSAÇÃO- Essa é a teoria que prevalece na Ciência, pois é a que menos deixa “vazios” em suas afirmações. Assim como Buffon, ela supõe que a Terra era uma matéria incandescente, uma “bola de fogo”, com temperaturas altíssimas e que foi resfriando-se muito lentamente. Devido ao resfriamento teria criado uma crosta sólida, mas o fogo interior teria continuado.

Existem outras teorias que tentam explicar a formação da Terra, como a teoria da incrustação. Mas essa não apresenta nenhum sentido lógico ou científico e é ignorada pelos pesquisadores.


Escrito por: Raquel

2 comentários: